A degradação dos melhores

A degradação dos melhores

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 31 de agosto de 2014            No último número da elegante revista do Banco Itaú Personnalité, Ruy Castro enfatiza o contraste entre duas fases da existência do poeta Vinícius de Moraes: “Há um Vinícius de Moraes sobre o qual não

Leia +

Dialética da covardia

Dialética da covardia

Olavo de Carvalho Diário do Comércio, 28 de agosto de 2014 Duas ou três concessõezinhas oferecidas pela candidata à economia liberal, que no fundo em nada diferem daquelas feitas pelo primeiro mandato do sr. Lula, pouco significam em comparação com o fato de que o partido de Marina

Leia +

Da mediocridade obrigatória

Da mediocridade obrigatória

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 25 de agosto de 2014            “Admirar sempre moderadamente é sinal de mediocridade”, ensinava Leibniz. Uma das constantes da mentalidade nacional é precisamente o temor de admirar, a necessidade de moderar o elogio – ou mesmo entremeá-lo de críticas –

Leia +

Mais um caso de histeria

Mais um caso de histeria

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 17 de agosto de 2014            O problema de muitos “formadores de opinião”, no Brasil de hoje, não é a burrice em estado puro, mas aquela burrice em segunda potência que nasce do impulso histérico de criar uma frase e,

Leia +

Terrorismo e outras notinhas

Terrorismo e outras notinhas

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 7 de agosto de 2014            A profecia de Fátima – “Os erros da Rússia se espalharão pelo mundo”– faz cada vez mais sentido. Estou lendo Death Orders. The Vanguard of Modern Terrorism in Revolutionary Russia, de Anna Geifman (Praeger

Leia +

O ovo e o pinto

O ovo e o pinto

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 3 de agosto de 2014            Meu artigo anterior suscitou uma pergunta interessante na área de comentários: se há tanta gente nas altas esferas colaborando com o comunismo, como é que ele ainda não dominou o mundo? A primeira e

Leia +

Guerra fria ou guerra assimétrica?

Guerra fria ou guerra assimétrica?

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 27 de julho de 2014            Aceita ainda no Brasil, como dogma inquestionável, a visão popular da Guerra Fria como uma luta sorrateira e implacável entre duas potências que se odiavam pode hoje ser atirada à

Leia +

A destruição da inteligência

A destruição da inteligência

Olavo de Carvalho Digesto Econômico, 14 de julho de 2014 Aprender, imitar e introjetar o vocabulário, os tiques e trejeitos mentais e verbais da escola de pensamento dominante na sua faculdade é, para o jovem estudante, um desafio colossal e o cartão de ingresso na comunidade dos

Leia +

Notinhas execráveis

Notinhas execráveis

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 14 de julho de 2014            Excetuada a hipótese da sabedoria infusa, é preciso algumas décadas de experiência para um sujeito entender que a esperança numa vida após a morte é mais realista, mais racional e

Leia +

Sonho mau

Sonho mau

Olavo de Carvalho Folha de São Paulo, 30 de junho de 2014            Muitas previsões, dizia Thomas Mann, são enunciadas não porque vão se realizar, mas na esperança de que não se realizem. Todas as que fiz, especialmente as mais alarmantes, foram assim. Com uma diferença: as

Leia +
Página 10 de 231« Primeira...89101112...203040...Última »

Veja todos os arquivos por ano