Noronha II

Olavo de Carvalho

22 de julho de 1999

Chegam-me avisos temerosos, advertindo que o Noronha é grandão. É isso! Cresceu demais, coitado, o cérebro atrofiou. E, como D. Quixote, que ficou maluco de tanto ler romances e se persuadiu de que era cavaleiro andante, o Noronha leu muito Paulo Roberto Pires e agora acha que é editor da minha homepage.

1 Curtida

Comments

comments

shadow-ornament

Veja todos os arquivos por ano